fbpx

Já aqui contei a história da escolha da cor amarelo para o meu logotipo. Nesse artigo deixei a promessa de voltar para explicar a escolha da outra cor do logotipo: o azul escuro.

Sim, parece preto, mas é mesmo azul, muito escuro 🙂

 

Logotipo Cláudia Pinheiro | Design e Marketing Digital

 

Se o amarelo é uma cor que me acompanha desde a infância, a azul escuro vem desde a adolescência. Naquela altura não ligava nada a modas e só queria estar confortável. Sapatilhas, calças, uma tshirt branca e um pulover eram a minha “farda”. 

A peça central era o pulover, não me perguntes porquê…. manias. Na altura não se vendia este tipo de camisolas para jovens, então pedia sempre ao meu pai que me “emprestasse” um dele….em azul escuro. A partir daí toda a roupa tinha de condizer. Até os sapatos eram azuis escuros (ou amarelos ;)). Sempre que o pulover ficava velho lá ia eu ao armário do meu pai “comprar” um novo!

Não era uma simples camisola azul. Era a camisola do meu pai e eu achava que me ficava espetacular.

Uns 2 ou 3 anos depois esta fase acabou. Não por falta de puloveres azuis mas porque as sapatarias e lojas de roupa deixaram de vender sapatos e calças dessa cor… então, muito contrariada lá tive eu de me adaptar ao preto por falta de opções.

 

Para além deste simbolismo do passado na minha vida, o azul é uma cor complementar ao amarelo e é uma cor que transmite calma, profissionalismo e harmonia, conceitos com que me identifico profissionalmente. 

Para facilitar uma boa escolha de cores que combinem entre si sugiro que escolhas cores que sejam complementares, análogas, compostas, em tríade ou monocromáticas.

Se estás indeciso que cores deves usar (ou os conceitos descritos não te dizem nada) podes recorrer uma ferramenta da Adobe (https://color.adobe.com/pt/create) que te permite escolher as cores com base num destes conceitos.

 

Adobe Color

Claro que também deves ter em consideração o tipo de emoções que as cores escolhidas podem transmitir, como falei no ponto 2 deste artigo.

 Testa as cores que achas que transmitem melhor o conceito da tua marca com base no seu significado e a tua própria experiência e gosto.

Como bónus, se a tua marca for pessoal escolhe cores que também tenham uma história onde és protagonista 🙂

E tu, já escolheste as cores da tua marca?